Archive for the ‘Distrito do Porto’ category

Militantes do PCP divulgam Jornal Avante!

Fevereiro 4th, 2012

No centro da cidade de Paredes durante a tarde de hoje , no mercado de Amarante e na Feira do Marco de Canaveses, foi montada uma banca para venda da edição especial do jornal Avante!, órgão oficial do Partido Comunista Português, e contacto com a população por parte de militantes comunistas.

Uma iniciativa da Direcção Sub-Regional do Vale do Sousa e Baixo Tâmega do PCP, com vista o esclarecimento do “acordo” de agressão aos trabalhadores subscrito, recentemente, pelo Governo/Patronato/UGT, dando seguimento ao pacto de agressão assinado pela troika nacional (PSD/PS/CDS) com a troika estrangeira (FMI/BCE/UE).
Os comunistas aproveitaram, também, para apelar à participação na manifestação nacional, convocada pela CGTP, para o próximo dia 13, em Lisboa, para “transformar o Terreiro do Paço no Terreiro do Povo!”

 

Delegação da CDU de Paredes visitou o lugar da Vale em Baltar/Paredes e reuniu-se com os moradores.

Janeiro 25th, 2012

Na manhã de Domingo, dia 22 de janeiro, uma delegação da CDU de Paredes visitou o “Lugar da Vale” em Baltar, Paredes e reuniu-se com os moradores. A representação da CDU queincluía entre outros o deputado municipal Cristiano Ribeiro e Paulo Macieira, dirigente do PCP, visitou o fontanário e o lavadouro público do referido lugar bem como os terrenos por onde passa a canalização de água da Serra do Muro.

A CDU encontrou-se com várias famílias do Lugar da Vale que expressaram a sua insatisfação, e mesmo revolta com a situação ultimamente vivida. Segundo os moradores há cortes de água no fontanário e existe a intenção de lhes fecharem a mina. Lembraram também que este fontanário tem 60 anos, é único recurso para as suas necessidades básicas diárias como lavar  roupa e tomar banho.

A delegação da CDU ouviu dos moradores possíveis causas para esta situação que colocam em causa a actividade dos autarcas da freguesia bem como interesses inconfessados na gestão da água pública. Um dos motivos de grande descontentamento junto daquela população é o valor exorbitante da ligação à rede pública actualmente gerida pela VEOLIA.

Foi decidido pela delegação da CDU, e com a concordância dos presentes, continuar com os esforços de clarificação da situação bem como pedir explicações à Junta de Freguesia de Baltar, entidade com responsabilidade no território.

A CDU compromete-se a lutar pela resolução deste problema da população do local de Vale.

 

Denunciar o aumento das taxas moderadoras.

Janeiro 8th, 2012

Depois de a Direcção da Organização Regional do Porto do PCP ter promovido acções de contacto com os utentes dos vários hospitais do distrito do Porto a direcção sub-regional do Vale do Sousa e Baixo Tâmega deu continuidade ao trabalho de esclarecimento e colocação de faixas de apelo a luta dos utentes junto de outros serviços de saúde.

Ao mesmo tempo que aumentam as dificuldades de acesso aos cuidados de saúde, por via dos maiores custos com as taxas moderadoras e medicamentos, cortam o apoio ao transporte de doentes e encerram mais serviços (centros de saúde, extensões de centros de saúde, SAP, serviços de urgência e outras valências hospitalares.

Para além do que pagam com os seus impostos, os portugueses suportam mais de 30% da despesa total em saúde – mais de 1300 euros em média por ano. Somos os que mais pagam na Europa!

Os resultados desta política são dramáticos para quem vive do seu salário ou pensão.

À frente do Ministério da Saúde está um homem ligado à banca e aos seguros de saúde, a preparar caminho para a liquidação do Serviço Nacional de Saúde e o crescimento desta área de negócio para o grande capital.

O aumento das taxas moderadoras é mais uma medida que o PS, o PSD e o CDS  assinaram com a troika estrangeira. Um pacto que visa o agravamento da exploração e o empobrecimento do país para servir os interesses do grande capital.

É preciso rejeitar este rumo de desastre nacional, intensificar a luta, defender direitos, afirmar um Portugal com futuro.
A solução não é aumentar os custos para as famílias e injectar 5 mil milhões de euros no BPN, ou 12 mil milhões de euros na recapitalização da banca.
A solução é aumentar o investimento na saúde dos portugueses, melhorando as condições de vida da população.

 

Centro de Saúde de Lordelo

A Organização da Freguesia de Lordelo do PCP colocou, hoje, uma faixa junto ao Centro de Saúde, como forma de protesto contra o aumento exorbitante das taxas moderadoras nos serviços de saúde públicos, expressão do pacto de agressão estabelecido pelas troikas nacional (PSD, PS e CDS) e internacional (FMI/BCE/UE). O PCP/Lordelo apelida as taxas de “devoradoras” e apela à luta
pelo fim destas medidas, altamente lesivas dos direitos fundamentais do cidadão.

 Faixa da concelhia de Paredes do PCP Junto ao Centro de Saúde de Paredes

Faixa da Concelhia de Penafiel do PCP no Centro de Saúde de Penafiel

PCP faz perguntas ao Governo sobre encerramento do Posto dos Correios de Baltar

Janeiro 8th, 2012

Na ultima Assembleia de Freguesia de Baltar tornou-se publico que existe intenção de encerrar o Posto dos Correios de Baltar, o PCP,  perante  a inaceitável intenção de destruir este importante serviço que não só serve a população de Baltar como de freguesias vizinhas fez chegar através do grupo parlamentar à Assembleia da Republica as seguintes perguntas:

Assunto: Funcionamento do Posto dos CTT em Baltar (Paredes)

Destinatário: Ministério da Economia e do Emprego

Ex.mo
Sr. Presidente da Assembleia da República

Chegou ao conhecimento do Grupo Parlamentar do Partido Comunista Português que a Junta de Freguesia de Baltar, freguesia do Concelho de Paredes, informou os eleitos da respetiva Assembleia de Freguesia que serão feitas alterações no funcionamento do posto dos CTT de Baltar, “estando ainda em aberto qual o modelo de funcionamento” a adotar no futuro.

Perante esta preocupante hipótese, importa que sejam prestadas informações adicionais, claras e transparentes, designadamente, sobre quais os motivos invocados para justificar esta medida e que tipo de alterações estarão, afinal, a ser pensadas! Apenas dessa forma será possível tranquilizar a população e dar um sinal de transparência por parte dos CTT, da sua Administração e, consequentemente, do Governo.

Por isso, e ao abrigo das disposições regimentais e constitucionais aplicáveis, solicita-se ao Governo que, por intermédio do Ministério da Economia e do Emprego, responda com a máxima urgência às seguintes questões:

1 Confirma-se a alteração do modelo de funcionamento do posto dos CTT de Baltar? A ser verdadeira e rigorosa a informação transmitida à Assembleia de Freguesia de Baltar, confirma-se ou não a anuência dos órgãos locais do poder Local a uma tal decisão, seja no plano municipal seja no plano da própria freguesia?

2 Em caso afirmativo, que tipo de alterações estão então a ser equacionadas? Trata-se de uma desqualificação funcional? E, neste caso, o que pode de facto significar isto quanto ao futuro deste posto dos CTT?

3. Que justificações dão os CTT para todas estas alterações? Trata-se apenas de economizar alguns euros, enquanto as populações vão ser prejudicadas com a diminuição – ou mesmo o fecho – do atual serviço dos CTT em Baltar?

3. Está ou não nas intenções da Administração dos CTT a hipótese de encerrar o atual posto de correios de Baltar?

Palácio de São Bento, 4 de Janeiro de 2012.

 O Deputado:

(Honório Novo)

Salários e subsídio de férias em atraso na empresa Ambitat – Móveis, Lda (Paços de Ferreira)

Dezembro 11th, 2011

Grupo Parlamentar do PCP na Assembleia da República colocou pergunta ao Ministério do Emprego e Economia sobre Salários e subsídio de férias em atraso na empresa Ambitat – Móveis, Lda (Paços de Ferreira)

 Pergunta feita pelo Deputado do PCP na Assembleia da República - Ver documento  Pergunta_ambitat..

Trofa – Comício com Jerónimo de Sousa no Próximo dia 17 Dezembro as 16 horas

Dezembro 11th, 2011

Convívio comemorativo do 94º Aniversário da Revolução de Outubro

Dezembro 2nd, 2011

Adesões no distrito do Porto – Greve Geral – 24 Novembro 2011

Novembro 26th, 2011
 
Enfermeiros Hosp. Padre Américo, Penafiel – turno da noite – 71%
Enfermeiros IPO – turno da noite – 73%
Enfermeiros Centro Hospitalar de V.N.Gaia – turno da noite – 45%
Caetano Bus/metalurgia – V.N.Gaia – 60%
GE Power Controls – 1º turno – V.N.Gaia – 50%
GE Power Controls – turno normal – V.N.Gaia – 60,3%
Móveis Fernandes & Rodrigues – 60%
Const. Dias, Carvalho & associados – 70%
Soc. Const. Castro & Mendes – 65%
Const. Pereira Gomes – 60%
Soc. Const. do Ave – 65%
Ferreira Granitos Lda – 70%
António Sousa & Filhos – 63%
Const. Silva Coelho e Filhos, lda – 58%
Const. Irmãos Unidos – 70%
Soc. Const. Patrício & Lima – 60%
Soc. Const. Jaime Ferreira – 65%
Const. David Gomes – 60%
Móveis Paulo & Pedro – 63%
Móveis Fernando Oliveira – 72%
Mobiliário João David Teixeira – 60%
Rochas Ornamentais Felismino Silva – 65%
Soc. Const. Sousa & Romeu – 75%
Luís Acácio Mobiliário – 65%
Soc. Const. Francisco Jesus – 70%
Aurélio & Sandro Soc. Const. – 75%
Mármores e Granitos do Alto Douro – 65%
Juliano & Rodrigues Soc. Const. – 75%
Soc. Const. António Pacheco – 70%
Francisco Gomes & Pinto – 72%
Construções Joaquim Barros – 70%
Fernando Carvalho & Filhos – 65%
Construções Rodrigo Unipessoal – 55%
Construções S.Jorge – 80%
João Pinto Moreira – 60%
Móveis Pereira – 60%
João & Alberto Granitos – 57%
Soc.Const.Pinto Moreira – 75%
Móveis Rosa & FiLhos – 65%
Const. J.Leitão – 70%
Soc. Pedreiras Carvalho & Filhos – 60%
Const. Maia da Rocha – 55%
Const. Pereira Ribeiro – 75%
Móveis Cristiano & Filhos – 65%
João Pinto Fonseca – 60%
Const. Luís Carvalho – 70%
Soc. Const. Benjamim – 62%
Antero & Carvalho – 70%
Soc. Const. Beira Alta – 75%
Soc. Const. Pinto & Coelho – 65%
Móveis Rodrigo & Filhos – 65%
Pedreiras e Granitos de Lamelas – 60%
Soc. Const. José Maria Carvalho – 70%
Soc. Const. Mesquita & Filhos – 75%
Pedreiras e Granitos do Tâmega – 70%
SOCOMETAL, Vila Nova de Gaia – turno normal – 90,4%
CAMO, V.N.Gaia – 71.8%
FERFOR, Felgueiras – turno normal – 76%
INAPAL, Matosinhos – turno da manhã – 50,8%
FICOCABLES, Maia – 1º turno – 35%
CDPs/COC-N Porto – 89%
CDPs/COC-N Ermesinde – 64%
CDPs/COC-N Felgueiras – 42,86%
CDPs/COC-N Gondomar – 84%
CDPs/COC-N Marco de Canaveses – 89%
CDPs/COC-N Matosinhos – 60%
CDPs/COC-N Senhora da Hora – 86%
CDPs/COC-N Paços de Ferreira – 57%
CDPs/COC-N Penafiel – 82%
CDPs/COC-N Póvoa de Varzim – 50%
CDPs/COC-N Rio Tinto – 53%
CDPs/COC-N Santo Tirso – 57%
CDPs/COC-N Valadares – 60%
CDPs/COC-N Valongo – 77%
CDPs/COC-N Vila do COnde – 70%
CDPs/COC-N Vila Nova de Gaia – 70%
Finanças Amarante – 100%
Caixa Geral de Depósitos/STEC, Porto – 80%
Segurança Social Miguel Bombarda, Porto – 45%
Cantina CCD Miguel Bombarda, Porto – 100%
Serviço Informativo Miguel Bombarda, Porto – 80%
 
Such – Cantina Hosp. Pedro Hispano, Matosinhos – 100%
uniself, SA – Cantina da Esc. Montebello, Porto – 100%
uniself, SA – Cantina da Esc. António Aroso, Porto – 100%
Eurest, lda – Cantina da Esc. EB 2,3 de Santo Tirso – 100%
uniself, SA – Cantina da Escola do Lagarteiro, Porto – 100%
uniself, SA – Cantina da Esc. Augusto Leça, Porto – 25%
uniself, SA – Cantina da Esc. da Sé, Porto – 100%
uniself, SA – Cantina da Escola S.Tomé, Porto – 66%
Gertal, SA – Cantina da Esc. Cima da Serra, Gondomar – 100%
Gertal, SA – Cantina da Esc. do Seixo, Gondomar – 100%
Gertal, SA – Cantina da Esc. de São Caetano 1, Gondomar – 100%
Gertal, SA – Cantina da Esc. Santegãos, Gondomar – 100%
Gertal, SA – Cantina da Esc. Bela Vista, Gondomar – 100%
Gertal, SA – Cantina da Esc. Boucinha, Gondomar – 100%
Solnave, SA – Cantina do Centro de Formação 11, Porto – 75%
Eurest, Lda – Cantina da Esc. Manoel de oliveira, Porto – 100%
Eurest, Lda – Cantina da Esc. Garcia de Horta, Porto – 100%
Eurest, Lda – Cantina da Esc. da Barranha, Porto – 100%
Itau, Lda – Cantina RTP, Gaia – 50%
Itau, Lda – Cantina do Hosp. Prelada, Porto – 100%
Eurest, Lda – Bar do IPO, Porto – 100%
Trabalhadores da Construções S. Jorge – 80%
Trabalhadores da construções Pereira Ribeiro – 70%
Trabalhadores da Construções Beira Alta – 70%
Trabalhadores da Construções Mesquita & Filhos – 70%

Hospital Prelada – 4 Pisos serviços mínimos 

Faculdade Medicina – Secretaria Encerrada 
IPO Porto – Bloco Operatório – 50%
Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia – Consulta Externa – 100%
Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia – Oftalmologia – 50%
Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia – Gastro – 100%
Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia – Cardiologia – 100%
Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia – Internamento – 100%
Vila do Conde – Tribunal – 50%
Vila do Conde – Finanças – 50%
Escola EB 2, 3 Olival – 90% (2 professores a dar aulas, a meia dúzia de alunos)
Hospital S. João – Farmácia 99%      
Hospital S. João – Cirurgia ambulatório 100%
Hospital S. João – Oftalmologia 100%
Hospital S. João – Otorrino 100%
Hospital S. João – Bloco Central 100%
Hospital S. João – Centro Torácico 100% (está 1 trabalhador contrato 3 meses)
Hospital S. João – Central Diagnóstico 100%
Hospital S. João – Refeições 100%   
Escola EB 2,3 Santa Marinha Zêzere – 50 % (secretaria encerrada, assist operacionais 50%)
Escola Secundária Boa Nova – 100%
Agrupamento Escolar Aurélia Sousa – 100%
Escola Secundária Rio Tinto – 80%
Escola Secundária Fontes Pereira de Melo – 100 % encerrada
Escola Secundária Clara de Resende – 100% encerrada 
Agrupamento Escolar Ramalho Ortigão – encerrada
Escola Secundária Garcia da Orta – encerrada 
Escola Secundária Francisco Torrinha – encerrada
Escola Secundária Rocha Peixoto – encerrada
Escola EB 2,3  J. Araújo – encerrada
Escola EB 2,3 Gervide – encerrada
Finanças Amarante – encerrada 
Loja Cidadão Seg.Social, SEF, Cca – encerrada
Escola EB 2,3 Toutosa – encerrada
Agrupamento Escola Saul Dias – encerrada             
Agrupamento Escola Cerco – encerrada
Escola EB 2,3 S. Pedro da Cova – encerrada
Escola Secundária Senhora da Hora – encerrada
Escola EB 2,3 Nicolau Nasoni – encerrada
ISS A. Patrício – encerrado serviços tesouraria 

Cerâmica de Valadares – 30%

GE Power Control – 60%

Avenadecor – 100%
Associação Nacional de Deficientes e Sinistrados do Trabalho – Porto – 100%
Junta de Freguesia de Leço do Balio – 100%

Junta de Freguesia de Vila do Andorinho – 100%
Junta de Freguesia de Leça da Palmeira – 100%
Junta de Freguesia de Guifões – secretaria – 100%
Junta de Freguesia de Leça do balio – secretaria – 100%
Câmara Municipal da Maia – pavilhão desportivo – 100%
Câmara Municipal da Maia – Paços do Concelho – 90%
Câmara Municipal da Maia – Oficinas – 90%
Câmara Municipal da Maia – Jardins – 100%
Maia Ambiente – nocturno – 30%
Câmara Municipal de Santo Tirso – Estaleiros – 90%
Câmara Municipal de Santo Tirso – Paços do Concelho – 70%
Câmara Municipal de Santo Tirso – escolas – encerradas
Câmara Municipal de Baião – Oficinas – 50%
Junta de Freguesia de Perafita – 95%
Câmara Municipal de Amarante – Secção de Pessoal – 100%
Câmara Municipal de Amarante – Urbanismo – 100%
Câmara Municipal de Amarante – Tesouraria – 100%
Câmara Municipal de Amarante – Atendimento – 50%
Junta de Freguesia de Santa Cruz do Bispo – 100%

Câmara Municipal do Porto – DLU – 80%
Câmara Municipal do Porto – Paços do Concelho – 30%
Câmara Municipal do Porto – CTT – 50%
Câmara Municipal do Porto – Gabinete do Munícipe – 100%
Águas do Porto, EM – geral – 45%
Águas do Porto, EM – cantina – 100%
Águas do Porto, EM – tesouraria – 100%
Câmara Municipal de Valongo – serviços administrativos – 50%
Câmara Municipal de Valongo – Oficinas – 80%
Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia – Oficinas – 90%
Águas de Gaia, EM – 70%
Bombeiros Sapadores de Gaia – 90%
Junta de Freguesia de Arcozelo – 87%
Junta de Freguesia de Oliveira do Douro – 86%
Junta de Freguesia de Aldoar – 100%
Junta de Freguesia de Paranhos – 100%
Junta de Freguesia de Campanhã – 82%
Junta de Freguesia de Foz do Douro – 100%
Junta de Freguesia de Nevogilde – 100%
Junta de Freguesia de Miragaia – 100%
Junta de Freguesia de Santo Ildefonso – 25%
Junta de Freguesia da Vitória – 100%
Câmara Municipal de Vila do Conde – encerrada
CTT Distrito do Porto – 56,35%
Câmara Municipal de Amarante – Águas – 100%
Câmara Municipal de Amarante – Secretaria – 40%
Câmara Municipal de Gondomar – Parque CAL – 30%
Câmara Municipal de Gondomar – Parque operacional – 65%
Câmara Municipal de Gondomar – Urbanística – 5%
Câmara Municipal de Gondomar – Higiene e limpeza – 30%
Águas de Gondomar – 15%
Câmara Municipal de Lousada – 15%
SMAS da Maia – 20%
Câmara Municipal da Maia – geral – 90%
Câmara Municipal da Maia – Jardins – 100%
Câmara Municipal de Marco de Canaveses – contabilidade – 100%
Câmara Municipal de Marco de Canaveses – Armazém – 50%
Câmara Municipal de Marco de Canaveses – Pintura – 100%
Câmara Municipal de Marco de Canaveses – Obras – 50%
Câmara Municipal de Marco de Canaveses – Serralharia – 100%
Câmara Municipal de Marco de Canaveses – recursos humanos – 25%
Câmara Municipal de Marco de Canaveses – Mecânica – 100%
Câmara Municipal de Matosinhos – varredura nocturna – 100%
Câmara Municipal de Matosinhos – recolha nocturna – 100%
Câmara Municipal de Matosinhos – Horto municipal – 88%
Câmara Municipal de Matosinhos – Serviços de Higiene e Limpeza – 90%
Câmara Municipal de Matosinhos – serviços técnicos – fechado
Câmara Municipal de Matosinhos – Oficinas – 70%
Câmara Municipal de Matosinhos – escolas e infantários – 100%
(12h30) Metro do Porto – condutores - 98,5%
(12h30) Camo – turno da manhã - 65%
(12h30) Socometal – turno da manhã - 90%
(12h30) Groz Beckert – turno da manhã - 50%
(12h30) Caetano Bus – turno da manhã - 60%
(12h30) Sakthi – turno da manhã - 80%
(12h30) STCP – 90% de adesão após as 10h
(12h30) Metro do Porto - encerrada a ligação à Maia
(12h30) Metro do Porto - encerrada a ligação a Gondomar
(12h30) Metro do Porto - encerrada a ligação ao Aeroporto
(12h30) Metro do Porto - encerrada a ligação a Matosinhos
(12h00) Universidade do Porto – docentes - adesão muito significativa com mais de 80% de aulas não realizadas em Letras, em Ciências e em Arquitectura
(11h50) Metro do Porto – Póvoa de Varzim e VIla do Conde - encerrado
(11h50) Centro Hospitalar de Póva de Varzim / Vila do Conde – sem consultas e sem cirurgias
(11h50) Tribunal de Vila do Conde – encerrado
(11h50) Câmara Municipal de Vila do Conde – Biblioteca- encerrada
(11h50) Câmara Municipal de Vila do Conde – Serviços Administrativos – encerrados
(11h50) Escola José Dias, Vila do Conde – encerrada
(11h50)
 Escola Afonso Sanches, Vila do Conde – 70%
(11h50) Escola Frei João, Vila do Conde – encerrada
(11h50) Escola Secundária José Régio, Vila do Conde - encerrada
(11h50) Escola Secundária Tomás Pelayo, Santo Tirso - encerrada
(11h50) Escola José Dias, Vila do Conde – encerrada
(11h30) Junta de Freguesia de S.Pedro da Cova, Gondomar- encerrada
(11h30) Centro Social de Soutelo, Rio Tinto – encerrado
(11h30) Autoestradas Ascendi – 80%
(11h30) Modelo, Vila do Conde - 70%
(11h30) Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Varzim – 70%
(09h50) Acção de sensibilização dos trabalhadores do Via Catarina – ver vídeo
(09h46) Gencoal, Vila do Conde - 95%
(09h45) piquete frente ao Via Catarina, Porto – ver vídeo
(09h45) piquete frente ao Via Catarina, Porto
(09h30) Escola Secundária Augusto Gil, Porto - encerrada
(09h30) Escola Secundária Almeida Garrett, V.N.Gaia – encerrada
(09h00) CP Porto (turno da manhã) – 100%
piquete na Estação da CP em Caíde Rei, Lousada
(08h00) CP – 100%
(08h00) Polícia agride piquete de greve na estação da CP em Penafiel – ver vídeo
(08h00) STCP – 100%
(07h58) Petrogal – Refinaria de Matosinhos – 50%
(07h15) Estação de S.Bento
(07h00) CP – 100%
(07h00) STCP – 100%
Jorge Machado, deputado do PCP, com o piquete de greve na Estação de S.Bento - ver vídeo
(02h30) estação de S.Bento
(02h15) Portagens de Lousada – 100%
(02h15) Portagens de Caíde de Rei - 100%
(02h15) Portagens do IP9 – 100%
(02h15) Portagens de Ermesinde Plena Via - 100%
(02h15) Portagens de Ermesinde Nó - 100%
(02h15) Portagens de Campo – 100%
(02h15) Portagens de Valongo – 100%
ver piquete na Câmara Municipal de Matosinhos
(01h59) Porto de Leixões, Matosinhos – 100%
(01h40) CP – comboios da noite - 100%
ver piquete na Estação de S.Bento
(01h38) STCP – autocarros nocturnos – 77%
ver piquete na Sakthi, Maia
(00h30) Aeroporto Francisco Sá Carneiro - encerrado
(23h30) Enfermeiros do Hospital de S.João (turno da noite) - 70%
(23h30) Enfermeiros do Hospital de Santo António (turno da noite) - 60%
(23h30) Enfermeiros da ULS de Matosinhos (turno da noite) - 76%
(23h20) Centro Operacional dos Correios do Norte (turno da noite) - 94%
(23h00) Sakthi, Maia – 90%
(23h00) Groz Beckert, V.N.Gaia- 70%
(22h30) Serviços de Recolha de Lixo da Câmara Municipal de Matosinhos - 100%
(22h30) Serviços de Recolha de Lixo da Câmara Municipal de Gondomar – 65%

PCP: pelas 24 Freguesias do Concelho de Paredes

Novembro 26th, 2011

Parada de Todeia em luta contra extinção da freguesia! (Manifestação, 20 Nov., Porto)

Novembro 21st, 2011

O “Movimento, Freguesias Sempre!” que reúne cerca de 100 autarcas do distrito do Porto e representantes sindicais dos trabalhadores da Administração Local, promoveu no passado domingo uma manifestação contra a extinção de freguesias e de repúdio do “Documento Verde da Reforma da Administração Local”, que segundo a organização concentrou cerca de 5 mil pessoas na Praça D. João I, Porto.

Na moção que foi aprovada e que será enviada para os vários órgãos do Estado português, pode ler-se que a extinção de freguesias “representará mais uma penalização para as populações, com o encerramento de mais serviços públicos e desmantelamento de um valiosíssimo património que as autarquias, designadamente as Juntas de Freguesias, foram construindo” e que “estão ao serviço das populações e dos interesses das freguesias”.

Para além de que “a aplicação de tal proposta, ao contrário do que afirma o Governo e a Troika, não trará rentabilização de recursos e meios ao país”, apenas representando “mais desemprego e despedimentos dos trabalhadores da Administração Local e dos serviços adstritos aos órgãos autárquicos das freguesias e às funções por ele exercidas” e representará um duro golpe “no poder local democrático, uma das maiores conquistas do 25 de Abril”.

Os participantes naquela acção reafirmaram ainda o seu compromisso nesta luta que há-de continuar.