Posts Tagged ‘Lordelo’

Apelo à Greve Geral no IV Magusto-convívio CDU/Lordelo

Novembro 10th, 2012

maciera_miguel correia2

Decorreu hoje à tarde, a 4.ª edição do Magusto-Convívio CDU/Lordelo. Apesar do mau tempo, foram dezenas as pessoas que participaram nesta iniciativa, ocorrida no Parque do Rio Ferreira, em Lordelo (Paredes). Esta iniciativa pretendeu, além do convívio, lembrar o trabalho autárquico local do PCP e da CDU e exortar todos os presentes para as próximas lutas, em particular, a Greve Geral promovida pela CGTP para o próximo dia 14 de Novembro.

 Ler mais em A FARPA.

Tomada de posição sobre poluição do rio Ferreira

Agosto 11th, 2011

A Organização de Freguesia de Lordelo do Partido Comunista Português vem, publicamente, condenar e demonstrar a sua mais profunda revolta e indignação face às descargas poluentes que, nas últimas semanas, foram visíveis no caudal do rio Ferreira, a jusante da levada do Souto, onde termina o tubo proveniente da ETAR de Arreigada. Infelizmente, a situação não constitui para nós qualquer novidade, tendo já a CDU, alertado por diversas ocasiões para este grave problema ambiental que assola a nossa terra.

 
Ao contrário da Junta de Freguesia de Lordelo, que acordou tarde para o problema e ainda maltratou e discriminou aqueles que iniciaram as limpezas das margens do rio há cerca de 10 anos atrás, e da Câmara Municipal de Paredes que nem sequer procede à limpeza regular das nossas ruas ou à recolha atempada dos contentores do lixo e da reciclagem.

 

Na verdade estas entidades, infelizmente, são parte do problema e não da solução, nunca tendo conseguido resolver o problema da preservação daquele que é um dos maiores bens da nossa terra: o rio!

 

A poluição no rio Ferreira constituiu sempre, aliás, uma forte preocupação ambiental da Organização de Lordelo do PCP, pois encarou a despoluição do Rio como uma necessidade urgente para o bem-estar da freguesia, necessidade essa bem expressa nos projectos autárquicos que ao longo dos anos a CDU tem vindo a defender e a propor à população e nas denúncias que ao longo de mais de 10 anos realizou junto das entidades competentes. O PCP/Lordelo considera, hoje como ontem, ser necessária uma intervenção eficaz e consequente na preservação da qualidade da água e na defesa dos ecossistemas ainda existentes no curso do rio.

 

Face aos últimos desenvolvimentos e face às frequentes queixas que a população nos tem feito chegar, a Organização de Lordelo do PCP, entendeu tomar não só uma posição pública sobre a questão, como dar sequência prática à indignação e revolta sentida pelo povo de Lordelo.

 

Assim sendo, o PCP/Lordelo, através dos deputados do distrito do Porto eleitos pela CDU na Assembleia da República, interpelará directamente o Governo e o MAMAOT (Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território) expondo o problema de forma documentada, exigindo uma rápida e adequada resposta à situação. Para além disso, o PCP/Lordelo estará sempre disponível para participar activamente em iniciativas que visem a resolução do problema, desde manifestações até à recolha de assinaturas, desde que elas não sejam encabeçadas pela Junta de Freguesia de Lordelo ou pela Câmara Municipal de Paredes, entidades que não reconhecemos nenhuma legitimidade na questão ambiental, tendo em conta o que (não) fizeram nesta área e pela atitude de aproveitamento político do trabalho desinteressado de outros.

 

O PCP/Lordelo recusa-se terminantemente a ficar de braços cruzados perante este gravíssimo atentado ambiental, e lutará em todas as instâncias e de forma persistente, para que a qualidade da água do rio Ferreira volte a ser o que foi outrora. Para isso, exigimos:

1) O cumprimento escrupuloso das normas ambientais por parte da ETAR de Arreigada;

2) A construção de uma ETAR tecnologicamente mais avançada a montante da actual ETAR de Arreigada;

3) Posteriormente, a retirada do tubo proveniente da actual ETAR do leito do rio.

 

A Organização de Freguesia de Lordelo do PCP

 

11 de Agosto de 2011

Comunistas Lordelenses realizam II convívio/magusto

Novembro 9th, 2010

A Organização da Freguesia de Lordelo do Partido Comunista Português realizou a segunda edição do Magusto/convívio da CDU/Lordelo.
A iniciativa teve lugar no Parque do Rio Ferreira, em Lordelo (Paredes) durante a tarde de hoje com a participação de cerca de uma centena de pessoas, entre as quais, Cristiano Ribeiro, o responsável concelhio do PCP e deputado na Assembleia Municipal de Paredes. A iniciativa contou com a participação animada do Grupo de Bombos “Os Pestinhas”. Os discursos políticos ficaram a cargo de Miguel Correia, o responsável pelo PCP/Lordelo e deputado da CDU na Assembleia de Freguesia, e de Paulo Macieira, da Comissão Concelhia de Paredes do PCP.
Miguel Correia aproveitou a ocasião para fazer um balanço da actividade partidária e autárquica dos comunistas lordelenses, lembrando que o PCP de Lordelo foi protagonista de várias lutas: o apoio ao Movimento de Utentes contra as portagens nas SCUT ou a reivindicação da criação da Unidade de Saúde Familiar de Lordelo. Lembrou que a CDU, desde a eleição do seu deputado para a Assembleia de Freguesia de Lordelo, deu um novo impulso na qualificação deste órgão, uma nova forma de intervenção pautada pela firmeza das críticas e pela qualidade das propostas.

 

 

 

Lembrando a recente passagem de Francisco Lopes pelo concelho, reiterou o apoio do PCP/Lordelo à sua candidatura à Presidência da República, a única capaz de dar voz aos trabalhadores portugueses. Apelou ainda à mobilização dos militantes e amigos do Partido para todas as iniciativas que tenham como objectivo fazer frente à política de direita do actual Governo e que promovam a luta em prol dos trabalhadores e do povo português. Assim, aproveitou para apelar a todos os trabalhadores para aderirem à Greve Geral agendada para 24 de Novembro.
Na esteira deste apelo, Paulo Macieira recordou a actividade do Partido em prol dos trabalhadores do sector do Mobiliário que levou à criação de um organismo partidário para este sector. Por isso, exortou todos os trabalhores comunistas deste sector para que integrem este organismo e dêem o seu contributo para que os atropelos perpetrados por algumas empresas, algumas delas já denunciadas pelo Partido, sejam combatidos.

 

Desfile contra o “PEC” em Lordelo

Junho 17th, 2010

Numa iniciativa inédita, dezenas de militantes comunistas do concelho de Paredes desfilaram, sábado, 5, em Lordelo, exigindo respeito pelos direitos de quem trabalha. A marcha foi a primeira de várias acções semelhantes que decorrem no âmbito da campanha nacional do Partido «500 acções contra o PEC».
Entretanto, a organização do Sector Profissional Mobiliário do PCP elaborou um documento próprio que está a ser distribuído junto às empresas e locais de trabalho, nomeadamente em Paredes e Paços de Ferreira.
O objectivo é alertar para as dificuldades pelas quais estão a passar os trabalhadores daqueles concelhos – cerca de 10 mil desempregados, aumento da exploração e da precariedade laboral –, apresentar as propostas do PCP para uma ruptura patriótica e de esquerda e dinamizar a luta contra o agravamento das condições de vida dos trabalhadores e o povo.

JORNAL do AVANTE

PCP inicia jornada de contacto com trabalhadores do mobiliário da região

Junho 5th, 2010

No âmbito da iniciativa nacional denominada “500 acções contra o PEC”,  as organizações de Paredes e Paços de Ferreira do PCP iniciaram uma jornada de contacto com trabalhadores do sector do mobiliário.

 Para o efeito será distribuído um documento nas empresas destes concelhos, que refere as dificuldades por que estão a passar os trabalhadores do sector dos móveis e apresenta as propostas do PCP para uma ruptura patriótica e de esquerda com as políticas de direita responsáveis pela grave situação económica e social do país.

 De facto, o desemprego no Vale do Sousa não pára de subir todos os meses: no início de 2010 Paredes contabilizava 5.719 desempregados e Paços de Ferreira cerca de 3.625 desempregados, podendo a breve prazo ser muitos mais, a não ser que os trabalhadores se unam para protestar na rua contra as políticas desastrosas do PS, PSD e CDS e, nos locais de trabalho, contra a crescente exploração laboral por parte de alguns patrões e seus lacaios!

 O resultado das políticas deste Governo e dos seus antecessores está à vista de todos: os trabalhadores vão continuar a ganhar salários de miséria, o seu poder de compra vai ser reduzido, vão passar a pagar muito mais pelos transportes públicos, pela água, pela electricidade, pelos correios, pela saúde e pela educação dos seus filhos, etc.

 Mas isto não chegava! Era preciso ir mais além na imposição de sacrifícios aos trabalhadores e às famílias portuguesas: depois do PS ter salvo a Banca com milhões de euros dos contribuintes, eis que surge o PEC (Plano de Estabilidade e Crescimento) na sua nova versão, e com isto o congelamento dos salários e a privatização de serviços e empresas públicas.

 O PCP considera esta situação inaceitável, pelo que continuará a lutar por melhor condições de vida para os trabalhadores e a denunciar as infracções cometidas por parte de alguns empresários da região, tal como fez recentemente na Assembleia da República através de várias requerimentos que davam conta de situações irregulares em empresas do sector do mobiliário e têxtil na região do Vale do Sousa e Baixo Tâmega.

 Comissões Concelhias de Paredes e Paços de Ferreira

 Fotos da 1ª iniciativa de contacto e distribuição do documento do Sector Profissional do mobiliário em lordelo.

Contacto e Distribuição de documento contra o PEC na Cidade de Lordelo

Junho 3rd, 2010

A  Comissão concelhia do PCP de Paredes e a comissão Freguesia de Lordelo do PCP, vai realizar no Sabado, dia 5 de Junho em lordelo, uma iniciativa de rua, na qual se vai distribuir um documento contra as politicas de direita do actual Governo.

Integrado na campanha “500 acções contra o PEC”, O PCP, vai levar a cabo, no próximo sábado, uma distribuição de documentos e contactos com a população lordelense que visam esclarecer os malefícios que estão inscritos no Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC) aprovado pelo Governo e pela Direita.

I Assembleia da Organização Freguesia de Lordelo

Abril 10th, 2010

Decorreu hoje, dia 10 de Abril de 2010, no auditório da Biblioteca da Fundação A Lord, a I Assembleia da Organização  Freguesia de Lordelo, com a presença de Cristiano Ribeiro e Paulo Macieira, membros da Organização Concelhia de Paredes do PCP.
Entre os vários assuntos abordados destacam-se a aprovação por unanimidade da Resolução Política e da I Comissão Freguesia de Lordelo que assumira responsabilidades para os próximos dois anos.

O Partido Comunista Português, representa o mais valioso instrumento para resistir e avançar num mundo onde a correlação de forças favorece claramente o capital contra os trabalhadores e os povos oprimidos, mas onde grandes perigos coexistem com grandes potencialidades para o desenvolvimento da luta. Esta Assembleia representa uma importante etapa nesta tarefa mais vasta de reforço do nosso Partido. Com mais união, mais organização e mais quadros a intervir, seremos seguramente mais fortes para prosseguirmos a luta pela melhoria das condições de vida das populações

Membros eleitos :

- Carlos Ferreira, 32 anos, Polidor;
- Emanuel Ribeiro, 25 anos, Estudante Universitário;
- Jaime Cruz, 40, Estofador;
- Joaquim Barbosa, 31 anos; Empresário;
- Jorge Dias, 42, Marceneiro;
- Leonardo Ferreira, 58 anos, Marceneiro;
- Mário Silva, 61 anos, Empresário;
- Miguel Correia, 34 anos, Empresário, Deputado da CDU na Assembleia de Freguesia de Lordelo.

I Assembleia da Organização da Cidade de Lordelo do PCP

Março 22nd, 2010

No seguimento das conclusões do XVIII Congresso e da resolução “Avante! Por um PCP mais forte”, aprovada em Novembro pelo Comité Central do PCP, o PCP/Lordelo vai realizar a sua primeira Assembleia:

Dia 10 Abril, sábado, 16h
Auditório da Biblioteca da Fundação A Lord

Propostas de PIDDAC – 2010

Março 11th, 2010

O PCP apresentou na Assembleia da República, no âmbito da discussão do
Orçamento de Estado, 43 propostas de PIDDAC que visam directamente a região do Vale do Sousa e Baixo Tâmega, com o objectivo de combater a grave crise económica e social que se faz sentir nesta região.

Procura-se assim contrariar o caminho de desinvestimento e descriminação a que o actual Governo PS tem votado a região, numa clara continuação das políticas de direita levadas a cabo pelos anterior Governos do PS e PSD, com ou sem a ajuda do CDS.

Num contexto em que as verbas previstas no PIDDAC para 2010 representam
uma enorme redução em relação ao ano anterior, seria da mais elementar justiça a aprovação destas propostas.

Todas foram recusadas, em coerência com a política discriminatória de abandono das regiões mais desfavorecidas.

Uma das faces deste “abandono” por parte do poder central, são os sucessivos
adiamentos de importantes investimentos públicos que melhoram, de forma
substancial, a qualidade de vida das populações da região.

O caso do IC35 é bem elucidativo do acima referido.

Direcção Sub-Regional do Vale do Sousa e Baixo Tâmega do PCP

Região do Vale do Sousa e Baixo Tâmega

Amarante
•  Recuperação do Convento de Travanca e adaptação a Centro de Dia e de Juventude

•  Construção de uma nova ETAR (Amarante)

•  Construção de uma escola EB 2,3 de Vila Meã (Amarante)

•  Construção de uma Escola Secundária em Vila Meã (Amarante)

•  Construção da Escola Superior Agrária (Amarante)

•  Limpeza e despoluição da Bacia Hidrográfica do Rio Tâmega (Amarante)

Baião
•  Construção de novo quartel da GNR em Santa Marinha do Zêzere (Baião)

•  Restauro do Convento de Ancede e da Igreja de Sta Marinha (Baião)

•  Construção de novas sedes de Junta de Freguesia em Campêlo e Ancêde (Baião)

•  Instalação de um serviço de atendimento permanente no novo Centro de Saúde de Campelo (Baião)

•  Construção e instalação do centro de recria de novilhos de raça bovina Arouquesa (baião)

Felgueiras
•  Construção de uma nova ETAR (Felgueiras)

•  Construção de Centro de Dia em Unhão (Felgueiras)

•  Construção e instalação de um centro de formação profissional em Barrosas/ Idães (Felgueiras)

•  Construção Centro de dia em Margaride (Felgueiras)

Lousada
•  Construção do Museu Arqueológico na Vila de Lousada (Lousada)

•  Construção de Centro de Dia em Meinedo (Lousada)

•  Despoluição do Rio Mezio e Rio Porto e sua valorização ambiental, bem como do Rio no concelho de Lousada

•  Construção de uma nova ETAR (Lousada)

•  Construção e instalação de uma Extensão do centro de saúde em Nespereira e Covas (Lousada)

Marco de Canaveses
•  Construção de uma extensão do centro de saúde em Ariz (Marco Canaveses)

•  Construção de uma extensão do centro de saúde em Soalhães (Marco Canaveses)

•  Construção e instalação do Centro de Saúde de Toutosa (Marco Canaveses)

•  Aquisição da casa da senhora em Toutosa e sua transformação em centro de dia e creche /jardim-de-infância (Marco de Canaveses)

Paços de Ferreira
•  Construção de um novo quartel de Bombeiros em Freamunde (Paços de Ferreira)

•  Melhoramento da ETAR de Arreigada (Paços de Ferreira)

•  Construção de uma nova ETAR (Paços de Ferreira)

Paredes
•  Construção de um Centro de Dia em Parada de Todeia (Paredes)

•  Construção de uma creche em Parada de Todeia (Paredes)

•  Construção do Museu do Móvel e do Artesão de Lordelo (Paredes)

•  Criação de um centro de atendimento da Segurança Social em Lordelo (Paredes)

•  Desmantelamento da Mini-ETAR de Baltar (Paredes)

•  Construção de um novo posto da GNR em Gandra (Paredes)

•  Recuperação da Ribeira de Baltar, a jusante da Mini-ETAR (Paredes)

Penafiel

•  Recuperação Paisagística das Pedreiras de Granito Abandonadas (Penafiel)

•  Despoluição e Aproveitamento para fins Turísticos do Rio Mau entre Cabroelo da freguesia da Capela até à freguesia de Rio Mau, no concelho de Penafiel

•  Despoluição do rio Tâmega desde a freguesia de Abragão a Entre-os-rios, no concelho de Penafiel

•  Despoluição e Aproveitamento das Zonas Ribeirinhas no Rio Douro desde a freguesia da Eja à freguesia de Rio Mau para fins Turísticos, no concelho de Penafiel

Região Vale do Sousa e Baixo Tâmega

•  Despoluição do Rio Sousa em todo o seu curso (Penafiel, Paredes vários concelhos)

•  Recuperação e requalificação da via-férrea do Tâmega (Amarante a Marco de Canaveses)

•  Electrificação e duplicação da linha de comboio, desde Estação de Caíde, Lousada até Estação da Ermida, Baião

•  Reflorestação da Serra da Aboboreira (Baião, vários concelhos)

Proposta PIDDAC – 2010

Eurodeputado Comunista no Concelho de Paredes

Fevereiro 27th, 2010

No próximo dia 6 Março, o PCP faz 89 anos de existência ao serviço dos trabalhadores e do Povo português.

A Comissão Concelhia de Paredes do PCP preparou um conjunto de iniciativas, com a presença do deputado do PCP no Parlamento Europeu, João Ferreira, a saber:

10h – Encontro com o Movimento de Utentes da Saúde de Lordelo e Rebordosa, junto ao Centro de Saúde de Lordelo.

17.30h – Reunião com os presidentes das Cooperativas de Água do concelho de Paredes, na Junta de Freguesia de Parada de Todeia.

18.30h – Sessão de esclarecimento em Defesa da Água Publica aberto à população, na Junta de Freguesia de Parada de Todeia.

20h – Jantar comemorativo do 89.º aniversário do PCP no restaurante Chalé, em Vandoma.

João Manuel Peixoto Ferreira
30 anos, Eurodeputado do PCP
Biólogo, Doutorando em Ecologia
Técnico Superior da Associação Intermunicipal de Água da Região de Setúbal (AIA)
Membro da Direcção da Organização Regional de Lisboa do PCP
Sócio-fundador da Associação dos Bolseiros de Investigação Científica (ABIC)